Skip links

Pequenas empresas sofrem 4X mais ataques cibernéticos

O relatório Cy-Explorer 2024, da Orange Cyberdefense, mostrou uma alta alarmante nos ataques de ransomware neste ano:

ela foi de 77% em comparação com o ano passado. Pior ainda, as pequenas empresas são especialmente vulneráveis, estando sujeitas a ataques cibernéticos com uma frequência quatro vezes maior do que as médias e grandes empresas.

Somente entre o primeiro trimestre de 2023 e o primeiro trimestre de 2024, 60 grupos diferentes de ransomware atacaram 4.374 vítimas. No primeiro trimestre de 2024, 1.046 organizações foram vítimas de dupla extorsão. O verdadeiro número de vítimas é provavelmente significativamente maior, uma vez que as estatísticas se baseiam em dados disponíveis na dark web. Ao derrubarem os grupos de ransomware ALPHV/BlackCat e LockBit, as organizações policiais descobriram que o número de vítimas foi 1,61 e 1,52 vezes maior do que o observado anteriormente. No entanto, os dados da Orange mostraram que o número total de vítimas de extorsão cibernética em 2023 e 2024 é 50-60% superior ao estimado anteriormente.

O maior aumento de ataques verifica-se em regiões com forte crescimento económico e grupos linguísticos comuns. Por exemplo, nos EUA, no Reino Unido e no Canadá, o número de ataques aumentou 108%, 96% e 76%, respetivamente. Na Europa registou-se um aumento de 60%. O problema da extorsão é universal: desde 2020, 75% de todos os países do mundo enfrentaram este tipo de ataque.

Todas as indústrias estão em risco, mas destacam-se a indústria transformadora, os serviços profissionais, científicos e técnicos e o comércio grossista. De 2023 a 2024, os ataques às organizações de saúde e de assistência social aumentaram 160%, apesar das possíveis consequências sociais e políticas.

Os hackers muitas vezes aumentam a pressão sobre as organizações afetadas, publicando dados roubados em sites de vazamento na dark web, o que aumenta a probabilidade de pagamento. As vítimas de extorsão muitas vezes sofrem repetidas violações de dados, aumentando a pressão e a punição por se recusarem a pagar o resgate. Algumas organizações encontraram-se numa situação em que os seus dados foram publicados até 3 vezes em sites diferentes por diferentes grupos de hackers.

No entanto, os métodos dos hackers permanecem previsíveis. A Orange Cyberdefense oferece as seguintes recomendações para proteção contra extorsão cibernética e outros tipos de malware:

  1. Backup de dados : É importante ter um plano de backup para seus dados críticos. Testar regularmente planos de recuperação e atualizar backups são medidas de proteção essenciais.
  2. Atualização de software : certifique-se de que os dispositivos estejam executando o software mais recente, especialmente os programas que têm acesso à Internet. Mantenha um registro de ativos para mantê-lo atualizado.
  3. Autenticação multifator : A implementação de um sistema de autenticação multifator (2FA) ajudará a evitar acesso e movimento não autorizados pela rede. Dê aos usuários acesso apenas aos sistemas necessários para concluir suas tarefas.

    Fonte: http://www.cisoadvisor.com.br/

    Acesse nosso Instagram

    Acesse nosso LinkedIn

This website uses cookies to improve your web experience.