Skip links

Estagiário envolvido em vazamento de dados da justiça do RS.

Mesmo demitido há 2 anos, ex-estagiário envolvido em vazamento de dados da Justiça do RS ainda tinha acesso ao sistema.

*No mês de novembro de 2022, uma preocupante violação de segurança veio à tona, centrada na revisão de acesso de TI em um sistema jurídico. Um ex-estagiário, desligado do fórum em março de 2020, conseguiu acessar de forma não autorizada 15 ordens judiciais sigilosas, abrangendo crimes que variam desde tráfico de drogas até clonagem de veículos e jogos de azar.

*O ex-estagiário, agora sob investigação, utilizou essas informações para extorquir indivíduos, ameaçando expor os detalhes sensíveis. Em um caso específico, a vítima, envolvida em uma investigação por receptação, foi contatada pelos criminosos, que ofereceram vender informações relacionadas à investigação por R$ 2 mil. Diante da recusa da vítima em pagar, o criminoso ainda proferiu ameaças, alegando que a vítima “se lembraria dele”.

*Esta incidente alarmante destaca a necessidade premente de reforçar as medidas de segurança e a revisão dos acessos a sistemas de TI em ambientes jurídicos para proteger informações confidenciais de violações e extorsões semelhantes no futuro. A investigação está em curso, enfatizando a importância crítica de salvaguardar informações judiciais sigilosas.

Leia a notícia completa.

Fonte: https://abrir.link/zVcCS

Para mais Insights de Cibersegurança e conteúdos sobre serviços {soluções} siga nossas redes sociais:

This website uses cookies to improve your web experience.
pt_BRPortuguese