Skip links

A principal agência de segurança cibernética dos EUA foi hackeada e forçada a colocar alguns sistemas off-line

Uma agência federal responsável pela segurança cibernética descobriu que foi hackeada no mês passado e foi forçada a desligar dois sistemas de computador importantes, disseram à CNN um porta-voz da agência e autoridades americanas familiarizadas com o incidente.

Um dos sistemas afetados da Agência de Segurança Cibernética e de Infraestrutura dos EUA executa um programa que permite que autoridades federais, estaduais e locais compartilhem ferramentas de avaliação de segurança cibernética e física, de acordo com autoridades norte-americanas informadas sobre o assunto. O outro contém informações sobre avaliação de segurança de instalações químicas, disseram as fontes.

Um porta-voz da CISA disse em comunicado que “não há impacto operacional neste momento” do incidente e que a agência continua a “atualizar e modernizar nossos sistemas”.

“Este é um lembrete de que qualquer organização pode ser afetada por uma vulnerabilidade cibernética e ter um plano de resposta a incidentes em vigor é um componente necessário de resiliência”, disse o porta-voz, acrescentando que o impacto do hack “foi limitado a dois sistemas, que imediatamente ficamos off-line.”

Os dois sistemas funcionam com tecnologia mais antiga que já estava prevista para ser substituída, disseram fontes à CNN.

Parte do Departamento de Segurança Interna, a CISA investiga invasões cibernéticas em agências federais e aconselha empresas privadas de infraestrutura crítica sobre como reforçar sua segurança.

O Record relatou pela primeira vez sobre o hack.

Não ficou imediatamente claro quem estava por trás do hack, mas ele ocorreu por meio de vulnerabilidades no popular software de rede virtual privada fabricado pela empresa de TI Ivanti, com sede em Utah. Durante várias semanas, a CISA instou as agências federais e empresas privadas a atualizarem o seu software ou a tomarem outras medidas defensivas em resposta à exploração generalizada das vulnerabilidades da Ivanti por hackers.

Entre os hackers que exploram as falhas está um grupo chinês focado em espionagem, disseram pesquisadores privados à CNN .

Embora haja alguma ironia nisso, até mesmo agências ou funcionários de segurança cibernética podem ser vítimas de hackers. Afinal, eles contam com a mesma tecnologia que outros. O principal diplomata de segurança cibernética dos EUA, Nate Fick, disse no ano passado que sua conta pessoal na plataforma de mídia social X foi hackeada , chamando isso de parte dos “perigos do trabalho”.


Fonte:https://www.yahoo.com/news/

Acesse nosso Instagram

Acesse nosso LinkedIn

This website uses cookies to improve your web experience.
pt_BRPortuguese